Secretário diz que vacina será prioritária - Mais News

Secretário diz que vacina será prioritária


Pessoas que já foram infectadas pelo coronavírus não devem estar entre as que vão ter direito à vacina quando ela estiver disponível. Segundo o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, quem contraiu o novo coronavírus já desenvolveu anticorpos e, por isso, não teria necessidade de tomar vacinas.


Apesar da afirmação do secretário, quem vai determinar os critérios para definir quem deve e quem não deve tomar a vacina é o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI), e para isso algumas questões precisam ser respondidas, como o tempo que o corpo consegue manter anticorpos depois de ter contato com o vírus.


Nesta terça-feira, a  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que mais uma vacina fosse testada no Brasil. Ela está sendo desenvolvida pelo laboratório Belga Jassen-Cilag, que faz parte do grupo Johnson e Johnson.


Com isso, chegou a quatro o número de vacinas que estão sendo testadas em brasileiros. Em São Paulo, o Instituto Butantan coordena os testes da vacina chinesa Coronavac. No Rio de Janeiro, a Fiocruz está à frente dos estudos de uma vacina que está sendo desenvolvida pela universidade britânica Oxford. Também em São Paulo, o Centro Paulista de Investigação Clínica (Cepic) está testando a vacina do laboratório Pfizer.


Todas as vacinas estão na fase 3 de testagem, que é a ultima etapa para avaliar a segurança e a eficácia em grandes populações. Como o Brasil se tornou um dos epicentros da pandemia, virou um local propício para os testes da vacina, em função da alta exposição da população ao vírus.



Por Jornalista Márcio Batista
Fonte: Radioagencia Nacional / Eliane Gonçalves
Foto: Dado Ruvic REUTERS / Divulgação


____________________
É proibido copiar os artigos deste site. A publicação dos artigos aqui postados em outros sites, blogs, impressos, trabalhos acadêmicos, ou trabalhos científicos deve seguir a regra da ABNT. Copiar deliberadamente na íntegra qualquer conteúdo deste site implica em crime, previsto no Código Penal. Lei do direito autoral. Todos os direitos reservados a Mais de Cristo de Florianópolis, SC, Brasil.